RSS

Livro: Silêncio por Susan Cain

07 Out

Susan CainJá há muito tempo que estou para recomendar este livro, “Silêncio: o poder dos introvertidos num mundo que não para de falar”; da autora norte americana Susan Cain. Trata-se de uma obra de fácil leitura, em que são focados os aspetos da introversão vs extroversão e em que se faz uma desconstrução do “ideal extrovertido”… Existem mesmo pessoas que são mais introvertidas (e isto tem as suas vantagens e desvantagens) e outras que são mais extrovertidas (e isto também tem as suas vantagens e desvantagens).

Muitas vezes, na prática clinica deparamos-nos com introvertidos que sentem que há algo de errado com eles, porque todos falam mais que eles, porque todos gostam de festas, porque estar em multidões é que é bom… E isso é muito a mensagem que é transmitida pelos media… mas que não podia ser mais incorreta. Ser introvertido não é problema nenhum! Ser introvertido não é sofrer de fobia social ou estar deprimido; também como muitos vezes é sugerido por familiares preocupados… “Dr. ele gosta de ficar no quarto a ler, enquanto os amigos gostam é de estar em festas”… O livro da Susan Cain relata tudo isto muito bem e é uma leitura que recomendo para todos os que queiram compreender melhor este mundo dos introvertidos.

Fica aqui a sinopse:

Pelo menos um terço das pessoas que conhecemos é introvertido. Estas pessoas são as que preferem ouvir a falar, ler a socializar; que inovam e criam, mas não gostam de se autopromover; que privilegiam o trabalho solitário às sessões de brainstorming coletivo. Embora seja habitual rotulá-los de «silenciosos», é aos introvertidos que devemos muitos dos grandes contributos para a sociedade – dos girassóis de Van Gogh à invenção do computador pessoal. Esta investigação notável e recheada de histórias pessoais inesquecíveis demonstra até que ponto se subestima a introversão, e como essa atitude conduz ao menosprezo de enormes talentos. Susan Cain documenta a ascensão do «Ideal do Extrovertido» no século xx e explica o alcance deste fenómeno. Questiona os valores dominantes da cultura empresarial americana, onde o hábito do trabalho em equipa pode matar a criatividade, e onde o potencial de liderança dos introvertidos costuma ser desperdiçado. E recorreu aos dados da investigação mais recente em psicologia e neurociência para revelar as diferenças surpreendentes entre extrovertidos e introvertidos. Para que não restem dúvidas, conta-nos a história de introvertidos célebres como Lewis Carroll, Gandhi, Albert Einstein, Eleanor Roosevelt e Al Gore. Este livro extraordinário mudará em definitivo a maneira como vemos os introvertidos e, não menos importante, a forma como os introvertidos se veem a si próprios.

Um abraço e boas leituras.

DG 2015

Anúncios
 

Etiquetas:

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: