RSS

10 Setembro Dia Mundial da Prevenção do Suicídio

O amanhã precisa de ti.

#setembroamarelo

#suicidepreventionday

Se estiver com pensamentos de suicídio, saiba que pode ser ajudado.

Falar é a melhor solução, ligue para o SOS VOZ AMIGA, consulte um técnico de saúde mental, fale com um familiar ou amigo. Se for preciso recorra mesmo ao 112 ou às urgências.

Não guarde para si.

O Suicídio pode ser evitado.

Obrigado por divulgar.

Diogo Guerreiro.

 

Etiquetas: , ,

Reflexões musicais

Uma sugestão de banda sonora para estes dias quentes…


Gosto muito deste clássico e, apesar dos múltiplos significados que uma música pode ter, acho que esta letra toca num tema que é o “olhar para dentro” e como por vezes isso é tão difícil. Algo que vejo no meu quotidiano, nas consultas, com amigos, comigo próprio. Mesmo que muitas vezes tentemos ignorar sentimentos, emoções, ressentimentos, fragilidades, enquanto não as encararmos elas vão estar sempre a incomodar-nos (tal como o insecto de que o Bono fala).

Bons dias e boas músicas.

DG 2018

“Starin’ at the sun
Afraid of what you’d find
If you took a look inside
Not just deaf and dumb
Staring at the sun
Not the only one
Who’s happy to go blind…
There’s an insect in your ear
If you scratch it won’t disappear
It’s gonna itch and burn and sting
Do you want to see what the scratching brings
Waves that leave me out of reach
Breaking on your back like a beach
Will we ever live in peace?”

 

Etiquetas: , , ,

Possibilidades…

“É possível mudar?”. Perguntou-me ontem um paciente, “Sim, é, desde que arrisque a mudar”.

 

Etiquetas: , , ,

Exercício fisico e Saúde Mental

Uma Ted Talk interessantíssima sobre o poder do exercício fisíco na nossa Saúde Mental, pela Neurocientista Wendy Suzuki (com legendas em Português).

“E se vos disser que há algo que podem fazer agora mesmo que teria um efeito positivo imediato no vosso cérebro inclusive no vosso humor e concentração? E se vos disser que isso pode durar imenso tempo e proteger o cérebro de diferentes doenças como depressão, Alzheimer ou demência. Fariam isso? Sim!

Estou a falar dos poderosos efeitos da atividade física. Basta movimentar o corpo para obter benefícios imediatos, protetores e duradouros no cérebro. E podem durar o resto da vida.”

 

Outras dicas sobre como cuidar do nosso cérebro podem ser vistas aqui: “Já fez exercício cerebral hoje?”

A ver e a praticar!

Abraços
DG 2018

 

 

Etiquetas: , , ,

Dia internacional Nelson Mandela

A paz é um dos maiores determinantes da Saúde mental. Bem haja a todos os pacifistas. 🤝👏

Quarta-feira, 18 de julho, é o Dia Internacional Nelson Mandela. Para marcar os 100 anos da data de nascimento do líder sul-africano, uma nova exposição na sede da ONU, em Nova Iorque, mostra as contribuições feitas por Mandela ao trabalho das Nações Unidas.

Confira alguns dos eventos aqui: (em inglês) un.org/en/events/mandeladay

Se quiser ler mais sobre Promoção da Saúde Mental e Prevenção das Doenças Mentais, carregue neste Link.

 

Etiquetas: ,

Um dos Mitos da Psiquiatria

A meu ver um dos maiores mitos (ideias falsas) na Psiquiatria é o seguinte:

Os diagnósticos em Psiquiatria são apenas etiquetas para comportamentos normais.

Para quem nunca lidou com alguém com uma doença mental (como amigo, familiar ou mesmo técnico) pode parecer que determinados sintomas psicopatológicos são muito semelhantes a emoções ou comportamentos normais.

Por exemplo, como traçar a linha entre a tristeza normal e a patológica, ou quando é que falamos de timidez ou de ansiedade social, ou quando é que a organização se torna uma compulsão?

No entanto, tal como a diferença entre um tumor benigno e um cancro, os sintomas na perturbação mental são bem diferentes das emoções ou comportamentos “normais”. Habitualmente, quando determinada emoção ou comportamento se torna debilitante ao ponto do paciente não conseguir funcionar do ponto de vista profissional, social ou familiar, estamos muito provavelmente perante uma doença mental.

O diagnóstico (a “etiqueta”), apesar de todas as limitações que bem conhecemos, torna-se nestes casos particularmente importante por várias razões:

  • para o próprio paciente saber com o que está a lidar;
  • para os técnicos intervirem da melhor forma e de acordo com o que se sabe do ponto de vista científico para esse diagnóstico;
  • também para a evolução da ciência, pois é necessário que os investigadores falem uma linguagem comum para compararem resultados e discutirem as possíveis linhas de investigação.

Os problemas de saúde mental (ou doenças psiquiátricas) são muito frequentes. Na verdade, quase 1 em cada 5 portugueses terão um problema de saúde mental diagnosticável ao longo da sua vida, de acordo com os dados da Direção Geral de Saúde.

Felizmente, hoje em dia, há vários tratamentos eficazes, quer em termos medicamentosos, mas também várias psicoterapias e intervenções ao nível do estilo de vida (como a prática de exercício físico, a meditação e intervenções nutricionais).

Daí a importância de um diagnóstico precoce, pois o prognóstico das doenças psiquiátricas é muito melhor quando acompanhadas desde cedo, podendo levar à remissão total dos sintomas e à prevenção das consequências terríveis de uma doença mental não tratada (como por exemplo a incapacidade profissional, o corte de relações sociais ou familiares, ou, em casos extremos, o suicídio).

DG 2018

PS: Se quiser conhecer outros mitos carregue neste link.

 

Etiquetas: , , ,

A propósito do dia de S. Valentim

love.jpg

“Amar não é olhar um para o outro, é olhar juntos na mesma direção”
Antoine de Saint-Exupéry

Alguma “ciência sobre o amor” diretamente desde a Austrália: https://blogs.unimelb.edu.au/sciencecommunication/2012/08/24/some-love-science/

 
4 Comentários

Publicado por em 15 de Fevereiro de 2018 em Felicidade, Reflexão geral

 

Etiquetas: ,

 
%d bloggers like this: