RSS

Humores musicais

24 Maio

“I know I was born and I know that I’ll die
The in between is mine
I am mine”

Gosto tanto desta música… aqui há alguns dias saiu do baú, numa playlist aleatória, enquanto conduzia. Nada como ser lembrados que só há duas coisas certas: que surgimos nesta vida e que dela iremos sair. Mas que o meio é nosso… Que é no Presente que vivemos. É interessante como as expressões artísticas, neste caso a música, tantas vezes se aproximam do trabalho que fazemos em Saúde Mental. Muitos dos doentes que sofrem de perturbações da ansiedade ou depressões, se queixam de preocupações e receios com o futuro ou, por outro lado, ruminam e angustiam-se por situações do passado. Uma das coisas que qualquer terapia tenta fazer (quer seja uma psicoterapia, ou a prática de mindfulness, por exemplo) é aproximar a pessoa do presente, realçar a necessidade de viver uma coisa de cada vez, de se ser sincero consigo mesmo… de se responsabilizar pelas suas decisões, por arriscar… por viver este “meio”, pois o único sitio onde se pode ser feliz e estar tranquilo não é no ontem, não é no amanhã, mas sim no hoje.

Abraços e boa semana

DG 2016

Anúncios
 

Etiquetas: ,

2 responses to “Humores musicais

  1. Rodolfo Ferreira

    31 de Maio de 2016 at 10:22

    Olá, tudo bem? Sou estudante de vestibular para medicina, e tenho pesquisado um pouco mais sobre a carreira profissional que pretendo ter: psiquiatra. Estive há muito tempo com dúvidas entre fazer psicologia ou psiquiatria (medicina), mas agora estou ficando mais tranquilo com o que tenho encontrado recentemente. A minha grande preocupação era simplesmente ser um profissional que investe excessivamente na prescrição de medicamentos, não trabalhando com terapia. Depois de pesquisar muito, percebi que o psiquiatra pode sim se aprofundar nos estudos do comportamento humano, através da psicanálise, psicoterapia, dentre outras formas de terapia. Porém, uma pergunta que não quer calar: quais seriam as diferenças entre uma terapia realizada por um psicólogo e um psiquiatra? Sou apaixonado pela mente humana e comportamento, leio coisas relacionadas e sempre me pergunto como isso poderia me ajudar a tratar futuros pacientes. Estudo muito para conseguir conseguir passar em uma universidade federal, entre as melhores, mas me preocupo em relação a essa formação terapêutica, que é algo por que realmente me interesso… Só depende do psiquiatra, então, estar ou não atrás de um psicólogo no quesito de qualificação para fazer psicoterapia? Da vontade do mesmo se qualificar, através de pós-graduação, fazer cursos? Adoraria poder ter mais informações de quem exerce a profissão, saber o quanto a prática terapêutica é limitada, e as outras possibilidades dentro da psiquiatria, visto que pretendo também fazer nutrologia, estudar sobre a mente, corpo, bem-estar como um todo. Ajudaria muito poder saber sobre as suas considerações. Agradeço desde já!

     
    • Reflexões de um Psiquiatra

      31 de Maio de 2016 at 10:53

      Olá Rudolfo,

      Parabéns pela escolha, Psiquiatria é uma especialidade fascinante (minha opinião). O trabalho em Psiquiatria não se limita, de todo, apenas à prescrição de fármacos… felizmente tem bem mais do que isso. Para além de toda a terapêutica (farmacológica, psicoterapias, abordagens a estilos de vida, intervenções familiares e sociais, etc.) há também a parte do diagnóstico e do estudo psicopatológico, que são desafiantes. A formação em psicoterapia, pelo menos em Portugal, depende sobretudo do investimento que o profissional quer fazer numa ou mais áreas; mas não há consultas de Psiquiatria sem psicoterapia, a própria relação médico-doente é terapêutica… As limitações da psicoterapia formal (pelo menos uma vez por mês; em média 50mn) deverão ser semelhantes e têm que ver com os custos económicos e de tempo… assim como pelo desinvestimento dos serviços públicos neste tipo de terapias.
      Hoje em dia não faz sentido falar de separação mente e corpo… quanto mais se sabe, mas se percebe que todos os fenómenos psicológicos e biológicos estão totalmente interligados (de uma maneira altamente complexa).
      Um abraço
      DG

       

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: