RSS

Desculpa: porque é tão difícil?

09 Jul

Aqui há uns dias estava a conduzir e passou a seguinte musica do John Mayer: “My stupid mouth”. E começa assim:

sorryMy stupid mouth has got me in trouble

I said too much again

To a date over dinner yesterday

And I could see she was offended

She said “well anyway”

Just dying for a subject change

(…)

How could I forget

Mama said “think before speaking”

No filter in my head

Oh, what’s a boy to do?

I guess he better find one soon

E veio-me à mente o seguinte: vejo muitos pacientes (mas não só, também amigos, também eu próprio) que têm problemas graves a nível interpessoal, constantes discussões com o marido/esposa, com os chefes ou colegas de trabalho, com amigos; pessoas que se envolvem em espirais de conflitos crescentes, que a certa altura já nem se percebe onde começou a desavença; amigos de longa data que por qualquer coisa (habitualmente uma pequena coisa que um deles fez mas que nem se apercebeu) quebram algo tão importante como uma amizade; casais que se amam e que se zangam sem conseguir fazer as pazes

E depois lá recorrem ao psicólogo, ao psiquiatra, à terapia de casal ou familiar… Queixa-se disto, daquilo, imaginam que depois da consulta sairá um veredicto sobre quem têm ou não têm razão.

…Nada mais errado, estes técnicos não fazem juízos (pelo menos os de qualidade), para isso existem os tribunais! (E uma consulta não é um tribunal).

Todas estas situações são mais fáceis de resolver do que o que se imagina, basta usar a palavra mágica: DESCULPA.

Mas já dizia o Elton John, “Sorry seems to be the hardest word“. É verdade, por vezes é muito difícil pedir desculpa e é uma palavra que utilizamos muito pouco!

Todos erramos, todos os casais, amigos, famílias, colegas, etc. fazem por vezes coisas que magoam, que irritam, que chateiam. Não há excepções, todos erramos…

Então porque não evitamos as chatices pedindo desculpa?

Muitas vezes por orgulho (estúpido), porque não percebemos que magoámos o outro, porque temos vergonha, porque simplesmente não estamos habituados… ou, porque somos masoquistas (espero que esta hipótese se aplique a poucos!).

Gostei muito desta frase retirada deste post: “A genuine apology offered and accepted is one of the most profound interactions of civilized people. It has the power to restore damaged relationships, be they on a small scale, between two people, such as intimates, or on a grand scale, between groups of people, even nations. If done correctly, an apology can heal humiliation and generate forgiveness“.

Gostaria de acabar esta reflexão com um desafio para todos: usem mais a palavra desculpa.

E eu começo primeiro por pedir desculpa aqueles que magoei e nunca pedi desculpa!

Um abraço a todos…

…e boas músicas sempre!

Anúncios
 

Etiquetas: , ,

6 responses to “Desculpa: porque é tão difícil?

  1. Maria Izabel da C.A. Machado Baptista

    10 de Julho de 2013 at 9:39

    Interessante a letra da música e a reflexão gerada. Gostei.
    E, para quando, uma rfelexão sobre aqueles que parecem “pedir desculpa por simplesmente existirem?!”

     
    • Reflexões de um Psiquiatra

      10 de Julho de 2013 at 11:47

      Tb é um tema giro!

       
    • Filipa

      11 de Julho de 2013 at 12:19

      Subscrevo a sugestão da Maria Izabel. E até agora tenho gostado das reflexões que tenho lido do autor do blogue. Obrigada.

       
  2. Reflexões de um Psiquiatra

    11 de Julho de 2013 at 14:16

    Obrigado pelo elogio Filipa.

     
  3. Rui

    19 de Julho de 2013 at 12:09

    Pessoalmente não tenho problemas em pedir desculpa. Mas poucas vezes resolve seja o que for. A maioria das vezes a outra pessoa pensa que o mal já está feito, chegando mesmo a dizer a célebre: “As desculpas não se pedem, evitam-se”, ou “não vale a pena pedires desculpa”. O ideal era realmente cada um perceber e evitar para depois não ter de pedir, nem infligir algo de mau no outro. O que tem a dizer disto?

     
    • Reflexões de um Psiquiatra

      19 de Julho de 2013 at 12:26

      Ocorre-me dizer que todos falhamos, porque somos seres humanos e isto é mesmo assim. Por isso às vezes não se consegue evitar magoar os outros e aí é bom pedir desculpa. 😉
      Abraço

       

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: