RSS

Arquivo da Categoria: Família

O que é a Saúde Mental?

A Organização Mundial de Saúde (OMS) define a saúde mental como “o estado de bem-estar no qual o indivíduo realiza as suas capacidades, pode fazer face ao stress normal da vida, trabalhar de forma produtiva e frutífera e contribuir para a comunidade em que se insere“.

Nesta definição, a “saúde mental” é entendida como um aspecto vinculado ao bem-estar, à qualidade de vida, à capacidade de amar, trabalhar e de se relacionar com os outros. Com esta perspectiva positiva, a OMS convida a pensar na saúde mental muito para além das doenças e das deficiências mentais.

Saúde-Mental

Porque é isto importante?

A OMS publicou recentemente um relatório sobre a importância de investimento na saúde mental. No relatório “Investing in Mental Health – Evidence for action”, a OMS explora os conceitos de saúde mental, qual a sua importância para a vida humana como um direito fundamental, e quais as direções que os governos podem seguir no sentido de alterar as políticas públicas.

“A saúde mental e o bem-estar são fundamentais para nossa capacidade coletiva e individual, como seres humanos de pensar, sentir, interagir uns com os outros, ganhar e aproveitar a vida. No entanto, atualmente a formação do capital mental individual e coletivo – especialmente nos estágios iniciais da vida – está a ser retido por uma série de riscos evitáveis ​​para a saúde mental, enquanto os indivíduos com problemas de saúde mental são desprezados, discriminados e negados direitos básicos, inclusive acesso aos cuidados essenciais.

Neste relatório, as razões potenciais para esta aparente contradição entre os valores humanos e ações sociais observados são explorados com vista a uma melhor formulação de medidas concretas que os governos e outras partes interessadas podem tomar para reformular as atitudes sociais e políticas públicas em torno da saúde mental.”

A pensar… a agir… de forma urgente!

Cumprimentos para todos

DG 2014

Anúncios
 

Etiquetas: ,

A culpa não é sempre da Mãe… Obviamente que não!

Ainda não consegui voltar ao ritmo aqui no blogue… com tantas pontas soltas e coisas pendentes, tenho andado um autêntico “escravo do tempo”!

culpa nao e sempre da maeNo entanto, não queria deixar de publicamente agradecer à Sónia Morais Santos, jornalista e veterana da blogosfera, a simpática dedicatória que me fez e dar os parabéns pelo seu recém publicado livro “A Culpa não é sempre da Mãe!“. 

Aqui há uns tempos falámos um pouco sobre adolescentes e, claro, sobre como as mães (e os pais) muitas vezes se sentem culpados por tudo (ou por nada) do que fazem/ dizem (ou que não fazem/ dizem) com os seus filhos adolescentes. Nesta nossa sociedade, em que a pressão para a perfeição é enorme, assim como a tendência para os pais se “anularem” para tudo dar aos filhos (menos a capacidade para tolerar as frustrações), este livro bem humorado e com relatos na primeira pessoa, assim como com relatos de técnicos de saúde, vem em boa hora.

Já comecei a ler e posso dizer que até agora estou a gostar bastante.

Agora aguardo ansiosamente o complemento “A culpa não é sempre do Pai”. 🙂

E já agora… se o Benfica perder hoje obviamente que a culpa não é da Mãe… Agora se é do governo, da UEFA, ou da “maldição do Bella Gutman”, isso agora não sei!

Boas leituras e até breve!

 

PS: Deixo a sinopse do livro para os interessados.

maeÉ tão certo como dois e dois serem quatro, como a noite vir a seguir ao dia, como o Natal ser a 25 de dezembro. Mãe que é mãe sente culpa. Culpa do que fez e do que não fez e podia ter feito. Culpa com fundamento e sem fundamento. Culpa por ter gritado, por ter chegado demasiado tarde a casa, culpa por aquela palmada, culpa por não ter lido a história para o filho adormecer, culpa porque perdeu as estribeiras quando ajudava os miúdos com os trabalhos de casa, culpa porque discutiu com o marido à frente das crianças, culpa por aquela perna partida do mais novo que aconteceu quando nem sequer estava presente (mas devia ter estado presente, claro, se estivesse presente a perna estava inteirinha, logo a culpa é só sua!) Revê-se nisto? Já o sentiu? Fez um certo em todas as situações referidas ou em quase todas? Então este livro é para si. Culpa, culpa, culpa. Porque é que somos tão duras connosco? Porque é que achamos que tudo é da nossa responsabilidade? Para quê insistir em sermos perfeitas quando a perfeição não existe?»Com base em relatos de diversas mães, recorrendo à análise de psicólogos, pediatras, e com a experiência de 12 culposos anos de maternidade, a jornalista Sónia Morais Santos, mãe de três crianças, traz-nos “A Culpa não é sempre da Mãe”! Um livro bem-humorado da autora do blogue «Cocó na Fralda», onde as leitoras se vão comover com algumas histórias, identificar-se com outras tantas situações, gozar consigo próprias, pensar sobre a maternidade e rir-se à gargalhada com situações por que todas nós já passámos. Porque a maternidade não é uma competição. Porque as mães não são super-heroínas, apenas mães e como todas nós sabemos… Não há mães perfeitas!

 

 

Etiquetas: , ,

Back to work…

Estes 5 dias de férias foram óptimos, mas tal como os bons momentos devem ser, souberam a pouco e parece que passaram num instante.

Vale a pena ler este artigo (em inglês) que fala destas acelerações e desacelerações da nossa percepção do tempo: “Why Time Slows Down When We’re Afraid, Speeds Up as We Age, and Gets Warped on Vacation.

Bassin d'Arcachon

Iniciámos a nossa época balnear, numa bonita paisagem, que inclui a maior duna da Europa! Numa pequena aldeia francesa de veraneio, onde a época ainda não tinha começado (as férias escolares franceses são só para a semana), o ideal para relaxar, deixando nem que seja por um pouco o “frenesim do dia a dia” e para preparar as semanas intensas que tenho pela frente… Começando já amanhã e Sábado com o Simpósio da SPS e seguindo-se uma época prevista de muito estudo, reflexão e preparativos para a defesa da minha tese de doutoramento, que é já no final deste mês!

Nestas épocas é mesmo essencial gerir os níveis de stress, treinando a “arte de nada fazer“, senão lá começa o monstro da ansiedade a atacar… e isso não pode ser!

A todos desejo umas óptimas férias (se for o caso) e uma boa Páscoa!

Abraços

DG 2014

 

Etiquetas: ,

Um feliz dia do pai

Ser Pai é delicioso. É algo que enche o coração, que dá força nos momentos mais complicados, que motiva, que desafia… que puxa pela sinceridade, que quebra barreiras… que muda a perspectiva do que “andamos cá a fazer”.

"brincar aos aviões"

“brincar aos aviões”

Hoje o meu dia começou com abraços e beijinhos dos meus dois filhotes, continuou na escolinha com um amoroso café da manhã e jogos com os pequenos no recreio… Recebi o meu “retrato”, visto pelo meu mais pequeno (de 4 anos)… Na legenda, uma coisa que gosto de fazer com o meu pai: “brincar aos aviões”.

Aproveitei a imagem de um livro muito engraçado, “Pê de Pai“, da autoria de Isabel Minhós Martins e Bernardo Carvalho (editora Planeta Tangerina), que é a imagem precisa do “brincar aos aviões”.

Um bom dia do Pai, para todos os pais e todos os filhos! Brinquem muito e mimem-se também muito!

E não me venham com histórias que “mimos a mais fazem mal”…  que raio de ideia.

Abraços

DG 2014

 

Etiquetas: ,

Viagem pelo Cérebro – para pais e filhos

Para todos os curiosos navegantes aqui fica a dica.

Trata-se de um livro, em formato digital, que explica algum do funcionamento cerebral, de forma simples e divertida. A linguagem é acessível e aborda temas como “o cérebro do menino ao velhinho”, “emoções”, “sonhar”.

Da autoria de Luísa Albuquerque e Isabel Abreu. Com a chancela da Sociedade Portuguesa de Neurociências e do projeto Ciência Viva.

Fica aqui o link onde podem aceder a este livro: http://www.spn.org.pt/docs/viagem_cerebro.pdf

Boas leituras!

DG 2014

 

Etiquetas: , , ,

Boas Festas!

Para todos os leitores do blog seguem os meus desejos de um Feliz Natal e um 2014 cheio de esperança, felicidade e amor. E claro… que o bom humor e a boa disposição vos acompanhem!

Um abraço para todos,

DG

 
Deixe o seu comentário

Publicado por em 19 de Dezembro de 2013 em Família, Natal

 

Etiquetas: ,

10 de Outubro – Dia Mundial da Saúde Mental

No dia 10 de Outubro comemora-se o Dia Mundial da Saúde Mental. A data, criada pela Federação Mundial para a Saúde Mental, tem como objetivo principal centrar a atenção pública na Saúde Mental global, como uma causa comum a todos os povos, para além de limites nacionais, culturais, políticos ou socioeconómicos.

Várias associações estão a organizar eventos, neste importante dia, como forma de captar a atenção do público para a importância de promover uma Boa Saúde Mental!

A Federação Nacional de Entidades de Reabilitação de Doentes Mentais (www.fnerdm.pt), como forma de assinalar este dia, convida todos a participarem na sua campanha de sensibilização e anti-estigma: “Mude a Sua Atitude Face à Doença Mental”!

Mude a Sua Atitude Face à Doença Mental

Esta campanha tem como objectivos:

  • Criar um símbolo de sensibilização face à Doença Mental;
  • Promover o debate e participação da população em geral em volta do tema da saúde e doença mental;
  • Promover o apoio às pessoas com doença mental assim como às suas famílias e entidades que trabalham nesta área.

simbolo mude a sua atitude

Para se juntar e apoiar a esta causa basta, durante o mês de Outubro, colocarem o símbolo desta campanha nas vossas fotos de perfis nas redes sociais (facebook, skype, messenger, etc.) que poderá ser acompanhada da Frase: “Neste mês de Outubro Apoie a Saúde Mental“.

Fica aqui o símbolo que podem descarregar para utilizar nas redes sociais.

Outra iniciativa que acho merecer destaque é a da DGS – Programa Nacional para a Saúde Mental, que promove uma iniciativa cultural nas áreas artísticas de pintura, fotografia e escultura, procedendo-se à inventariação, registo e divulgação nacional de património produzido por utentes de serviços de saúde mental, públicos e/ou sociais.

Para se garantir a qualidade da iniciativa contou-se com a colaboração de profissionais conceituados nas áreas artísticas referenciadas, sendo os totais de obras sinalizadas pelas instituições envolvidas de 1262 pinturas, 589 peças escultóricas e 328 fotografias! A par do levantamento, fixado num catálogo, far-se-á uma exposição nacional, a inaugurar no Dia Mundial da Saúde Mental (10 de outubro) no Museu Nacional Soares dos Reis (Porto), com o Alto Patrocínio do Secretário de Estado da Cultura, que, de 24 de outubro a 4 de novembro, transitará para o Museu do Oriente, em Lisboa. Ver mais em no site da DGS.

Hidden Pictures

A nível mais global, a Gulbenkian Global Mental Health Platform promove a visualização do filme premiado Hidden Pictures. Ligue-se no dia 10 de Outubro a  http://bit.ly/hidpicsfilm para ver o Hidden Pictures e junte-se ao diálogo global sobre Saúde Mental.

Não é possível haver Saúde sem Saúde Mental!

DG 2013

 

Etiquetas: , ,

 
%d bloggers like this: