RSS

Umas boas entradas e, mais que tudo, uma boa caminhada.

01 Jan

O ano passou.

Ontem estávamos em 2018 e agora em 2019… e, espanto, está tudo igual!… Bom, talvez a vossa sala de estar ou a rua estejam um pouco mais sujas e estejamos a acordar mais tarde que o habitual, mas adiante.

Espero que tenham tomado umas boas resoluções para melhorar a vossa vida (e, já agora, também a dos outros), e que, pelo menos uma dessas decisões, tenha sido tentar gostar e cuidar mais de vocês e de quem vos rodeia.

Agora: mãos à obra, “o caminho faz-se caminhando”.

Feliz 2019!

Abraços

DG

“Caminante, son tus huellas el camino y nada más;

caminante, no hay camino,

se hace camino al andar.

Al andar se hace el camino,

y al volver la vista atrás

se ve la senda que nunca

se ha de volver a pisar.

Caminante no hay camino

sino estelas en la mar.”

Poema de Antonio Machado

 
3 Comentários

Publicado por em 1 de Janeiro de 2019 em Sem categoria

 

3 responses to “Umas boas entradas e, mais que tudo, uma boa caminhada.

  1. Fernando Carlos Farah

    1 de Janeiro de 2019 at 18:45

    Bonito, parabéns!

     
  2. andre

    15 de Fevereiro de 2019 at 16:36

    Boa tarde.
    Sempre fui critico da psiquiatria.
    Acho que para debelar uma doença é necessário conhecer primeiro a sua causa.
    Acredito que a doença psiquiatrica tem exclusivamente causas ambientais.
    Intristece-me ver pacientes medicados por pressões familiares, ou só porque o paciente se queixa de sentimentos quotidianos.
    Tenho também uma crença de que a esquizofrenia começa com um trauma ambiental, que é negado inclusivamente pela psiquiatria, gerando double bind:
    – ouo paciente nega o ambiente
    – ou entra em conflito com o mundo
    ambos resultando em psicose…
    acho também que é inegável as consequências negativas do rotulo de paciente mental, como se a partir desse momento a pessoa fosse incapaz.
    Acho que um paciente internado, está somente a viver a sua experiência de rasenhan.
    Desculpe a franqueza…
    Parabens pelo seu blog.

     
    • Reflexões de um Psiquiatra

      25 de Fevereiro de 2019 at 10:06

      Obrigado. Franqueza é sempre bom. Eu, pessoalmente, acredito que a maioria das doenças mentais são muito mais complexas do que todos nós imaginamos e que ainda temos muito a percorrer na sua investigação. Mas para já, temos de ajudar as pessoas de acordo com as evidências possíveis. Um abraço e Obrigado.

       

Deixe uma Resposta para Reflexões de um Psiquiatra Cancelar resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: